PortugueseEnglishFrenchSpanish

UE quer aprovar porta de carregamento única dentro de dias e a Apple terá de ceder?

Há muito que se fala de uma mudança importante que a EU está a preparar para o mundo dos smartphones e até tablets. Quer uniformizar as portas de carregamento e irá certamente usar padrões abertos e massificados no mercado.

Isso leva a que a escolha seja a porta USB, com a aprovação final a dever chegar dentro de dias. Esta era uma realidade esperada e que deixa uma pergunta no ar. A Apple terá mesmo de ceder ou vão haver exceções?

UE quer aprovar porta de carregamento única dentro de dias e a Apple terá de ceder?




O tema não é novo e há muito tempo que anda a ser discutido em várias frentes. A UE quer assumir um papel mais interventivo no mercado dos smartphones e, por isso, está a preparar-se para aprovar uma medida que definirá a porta de carga que estes equipamentos devem ter.

A grande novidade agora é que esse momento deverá estar mesmo prestes a chegar, com tudo o que isso vai acarretar. As informações mais recentes apontam para que seja já no próximo dia 7 de junho que será discutida e aprovada uma norma para este tipo de interfaces de carregamento.

UE porta carregamento Apple interfaces

Fontes próximas deste tema revelaram que na próxima 3ª feira, dia 7 de junho, deverá acontecer uma reunião dos vários grupos parlamentares e que este deverá ser um tema a ser discutido. Espera-se também que nesse dia surja uma decisão definitiva.

A proposta de uma única porta de carregamento móvel foi abordada pela Comissão Europeia há mais de uma década, depois dos utilizadores do iPhone e Android reclamarem de terem que usar carregadores diferentes para os seus smartphones.

UE porta carregamento Apple interfaces

Para além do resultado final da UE, há uma grande expetativa em torno deste tema por uma razão simples. Caso avance esta proposta, a Apple terá de mudar a sua interface de carregamento e comunicação do iPhone. No caso do iPad a mudança foi realizada há já alguns anos.

A gigante de Cupertino sempre se mostrou contra esta mudança, alegando que assim será impedido o desenvolvimento de novas tecnologias. Naturalmente que terá também um impacto grande na mudança que obrigará nos seus equipamentos.

Responder

O seu endereço de email não será publicado.